00f2b-ainvisivelsolidc3a3o

Querida Valentina

Eu sei que eu não sou a pessoa que você sempre quis pra sua vida. Sei que você se arrepende das decisões que tomou e sei que sou uma delas. Sou um fardo em sua vida, percebo isso em seu olhar, um olhar frio e distante de tudo. Nós não somos mais o que éramos a uns dez anos atrás. Tem tanto tempo, não acha?  Sei que seu esforço é fingido, mas isso não importa mais. Cheguei ao ponto da angustia transbordar, inundando minha consciência. Não sou um cara forte. Sou uma pessoa sem metas e nem ambições a serem alcançadas. Sei que é algo frustrante, tanto pra você quanto pra mim, mas eu não posso fazer muita coisa. Eu me perco em minhas turbulências. Só digo que não há a necessidade de você permanecer nessa minha vida miserável. Eu não sou capaz de dar tudo o que você sempre quis. Você tem um futuro pela frente, ambições que nunca terei. Você é mais forte que eu e sei que consegue isso.

O tempo já chegou pra mim. Chegou o dia que fugirei das minhas frustrações, dos meus fracassos pessoais e das minhas angustias. Procurarei um lugar que eu possa dormir tranquilo, sem me preocupar com o que há em minha volta. Sem me preocupar com o que os outros vão dizer sobre mim. Só quero o silêncio, uma paz que eu nunca consegui tocar.  Quero poder deitar em uma cama e olhar para a parede descascada, sem a claridade do sol para me atrapalhar. Quero ficar em um quarto escuro e ficar entocado pelo resto da minha vida. Quero acordar sozinho, ficar sozinho… Estar sozinho…

Deixe uma resposta